Menu

domingo, 25 de agosto de 2013

Como ir para Auschwitz por conta própria

Entrada de Auschwitz.
Antes de mais nada, algumas informações úteis. Primeiro, Auschwitz não é uma atração turística. É um memorial em homenagem aos milhões que lá sofreram.

Segundo: de abril a outubro, as visitas entre 10:00 e 15:00 só podem ser feitas com guia. A  visita guiada custa 40 zylots por pessoa. Fora isso, a entrada no memorial é de graça e eles trabalham com doações. Ou seja, não se paga nada para visitar o memorial em outras épocas do ano ou se sua visita começar antes de 10:00 ou depois das 15:00.

Há vários tipos de visitas disponíveis, mais aprofundadas, com guias. Quem tiver interesse pode verificar os detalhes no site deles. 

Bom, igual a mina de sal, o que não falta em Cracóvia é empresa oferecendo passeio para Auschwitz. Os preços ficam em volta de 100 zylots. 

Normalmente, os tours envolvem o transporte de ida e volta e o valor da admissão para as visitas guiadas em Auschwitz. As visitas guiadas são apenas para o o campo I e duram mais ou menos 90 minutos,  No campo II, o passeio é feito sem guia. Você faz por conta própria, no seu ritmo. 

Resolvemos fazer por conta própria porque não queríamos o passeio guiado obrigatório e porque, no final, a diferença ficou em 80 zylots por pessoa. Nós dois juntos, 160 zylots - mais de 60 reais de diferença. Quer saber como fazer? É só comprar nosso livro sobre o norte da Europa. A dica está lá, bem como os mapas para fazer tudo direitinho e não se perder. Ah, e o livro não custa nem 10 reais!

O blog mudou: agora as informações e as fotos estão disponíveis, de maneira muito mais organizada e temática, em livros. Já são oito, dois deles gratuitos (Holanda e Nice). Basta clicar na capa do livro para ir para a página de venda ou, no caso dos livros que são de graça, de download.

Outra opção é entrar em contato conosco por meio do e-mail ludleopelomundo@gmail.com. Por ele passaremos a informação de como comprar todos os livros já lançados e - ainda a serem lançados este ano! - por apenas 30 reais. Se a pessoa já comprou algum dos livros, a gente abate do valor de 30 reais o valor já pago.

Divirtam-se! 




















































































O livro 1 tem 50 páginas e relata nossa passagem pela Malásia, Cingapura, Tailândia, Vietnã e Camboja. São mais de 80 fotos, toda a logística de transporte e hospedagem, os custos diários, mais de 40 dicas e link para um mapa na internet com todos os locais pelos que passamos corretamente indicados, com mais detalhes e informações. 

O livro 2 tem 112 páginas e conta a viagem pela China, Macau, Hong Kong, Coreia do Sul e Japão. São mais de 200 fotos, toda a logística de transporte e hospedagem, informações de como ir por conta própria até a muralha da China, ao museu com os guerreiros de terracota, à pequena Zhujiajiao (a Veneza da China), uma dica importante para economizar com o trem bala no Japão (que não é o passe da JR), os custos diários e mais de 50 dicas. O livro também traz acesso aos mapas na internet com mais informações e todos os locais que visitamos, e mais alguns que achamos que demos bobeira em perder, corretamente marcados e indicados. 

O livro 3 tem 167 páginas e narra a aventura de 2 semanas em Copenhague e a nossa volta de 8 dias pela fantástica Islândia. São mais de 300 fotos e 50 dicas. Como os demais livros, traz todo os custos da viagem, a logística de transporte e estadias e os tradicionais mapas. E olha que achar no mapa o local certo de algumas das atrações na Islândia não é fácil, não. Com nosso mapa, você não vai ter esse problema. 

O livro 4 tem 232 páginas e é sobre o mês que passamos no verão europeu de 2013 viajando por Polônia, Suécia, Estônia, Finlândia, Noruega, Lituânia e Estônia. De quebra colocamos o relato de nosso retorno à Finlândia no final de 2013 em busca da famosa aurora boreal. Não ficou cronologicamente correto, mas geograficamente está perfeito. São mais de 400 fotos e 20 dicas (menos dicas do que o de costume porque são países mais fáceis de explorar).

O mais bacana são as explicações de como ir por conta própria da cidade de Cracóvia para o campo de concentração de Auschwitz e para a mina de sal de Wieliczka, assim como fazer o passeio conhecido como Norway in a Nutshell, comprando tudo sozinhos em vez de usar um pacote. A economia paga o preço do livro um monte de vezes! 

Além disso, a logística de transportes e estadias, os custos diários e totais e dicas para fotografar a aurora boreal. É que a danada não é fácil, não. Também disponibilizamos links para os mapas dos destinos, com as atrações, estadias, meios de transporte e mais assinalados corretamente e com mais informações. 

O livro 5 tem 259 páginas e é traz as informações e relatos dos 45 dias que passamos no final da primavera e início de verão de 2014 viajando por Bulgária, Romênia, Sérvia, Macedônia, Albânia e Montenegro. São mais de 400 fotos e 60 dicas, principalmente sobre se locomover na região, que sem dúvida é uma das menos fáceis da europa. 

O livro 6 tem 262 páginas e é sobre a primeira metade da aventura pelos Bálcãs, viajando pela Croácia, Bósnia Herzegovina, Eslovênia e depois seguindo para a Áustria e Hungria. São mais de 400 fotos e 30 dicas.
O livro traz a logística da viagem, dicas de como se locomover de uma cidade para outra, além dos custos total da viagem. 

De quebra, em todos os livros, fornecemos links para mapas na internet com todos os locais citados corretamente marcados, facilitando quem queira viajar para esses locais.

O livro 7 traz o nosso mês pela Holanda após a viagem para China e Japão e o livro 8 o mês em Nice, exatamente antes dessa viagem. Esses dois volumes são gratuitos. 

21 comentários:

  1. Ola Leo, eu chegarei a Cracovia no dia 17 de Abril de 2014 as 10:30 no aeroporto JP II vindo de Berlim e volto as as 19:00 do mesmo dia e tenho a duvida se consigo um companhia de turismo direto do aeroporto nesse horário.
    Pode me dar uma dica? Muito obrigado e um feliz Ano Novo!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Erich, durante os dias que passamos em Cracóvia, vimos muitas cias de turismo por lá. Inclusive algumas que ofereciam o passeio com a opção de deixar as pessoas na volta direto no aeroporto.
      Agora, sair direto do aeroporto em não sei.
      Abraços e feliz 2014 com direito a ótimas viagens,

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  2. Olá Léo. Amei as dicas, chego na Cracóvia dia 28/04 à tarde, permaneço dia 29 e 30 e retorno dia 01/05 de manhã. Pergunto: vc visitou alguma cidade próxima?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só Auschwitz mesmo. A não ser que conte a mina de sal que fica nos arredores da cidade como outro destino :D
      Por sinal recomendo e mito a mina de sal A gente adorou o passeio.

      Excluir
  3. Olá LEO eu chego a Cracóvia dia 17 de Agosto.Vou ficar na Polónia até dia 20. Pretendo ir a Auschwitz.Reparei que o melhor é ir por nossa conta.Mas para voltar o ultimo trem é a que horas?Onde posso encontrar viagens de trem ou bus na net?Podeme recomendar sítios para visitar?
    Agradeço uma resposta

    ResponderExcluir
  4. Leo, muito bacanas suas dicas.
    EStou indo agora no fim do mes a Berlim para correr a maratona. A pergunta é: tem como ir e voltar no mesmo dia, de Berlim a Auschiwitz?
    Obrigado! Rogério Montanha (usando o log da esposa)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rogério, que legal! Maratona não é para qualquer um não. Parabéns.
      Olha, acho muito difícil ir e voltar no mesmo dia. A não ser que vá de carro alugado.
      Outra opção é ir no campo de Sachsenhausen. Acho que fica só a 35 km de Berlin. Sei que hoje em dia é um museu.
      Boa viagem e boa corrida.

      Excluir
  5. Olá! se for de carro para Auschiwitz temos como estacionar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem vários estacionamentos por lá. Um oficial inclusivo. Siga as placas de "strzeżony"

      Excluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Valeu Leo, obrigado. Chego lá amanhã. Abraço

      Excluir
    3. Boa viagem! E não deixe de comer uns caramelos da Wawel por nós!

      Excluir
  7. Excelentes informações Lud e Leo!! Estarei com minha família na Cracóvia por ocasião da Jornada Mundial da Juventude e suas dicas serão preciosas! obrigada!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Leo, estou planejando ir a Cracovia para conhecer auschiwitz, irei de viena a Cracovia dia 11/10, chegarei por volta das 16 hrs e terei hotel reservado. Minha intencao é de ir conhecer o campo no dia 12/10 pela manha, e retornar em tempo de seguir para Praga ate as 15 hrs. O q vc acha? Acha que terei tempo habil? Ficono aguardo, muito obrigado! abs Tony Porto Seguro - BA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LegaL. Estou planejando ir nesse mesmo dia de otubro. Penso em sair de Berlim dia 11/10, mas ainda não encontrei trem ou ônibus direto para Cracóvia.

      Excluir
  9. Ola! Farei esta visita em dezembro e gostaria de saber se existe uma opçao de audio guia em portugues. Estou indo com meus pais, e acho muito provavel que entre as linguas da visita guiada nao exista português. Você saberia me dizer algo a respeito?! desde ja, agradeço!

    ResponderExcluir
  10. Ludmila, em dezembro tem visitas guiadas nas seguintes línguas e horários:
    • English: 10.30, 11.30, 12.00
    • Polish: 11.00, 12.00
    • French: 11.45
    • German: 11.45
    • Italian: 11.45
    • Spanish: 12.00
    • Russian: 11:00

    Espero ter ajudado. Boa viagem.

    ResponderExcluir
  11. Parabens pelas dicas, sao otimas.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...