Menu

sábado, 14 de dezembro de 2013

Super guia de bagagem de mão do ano de 2013

Incrível como a regra para mala despachada e/ou levada a bordo varia de empresa para empresa. E como na maior parte do ano voamos de empresas low-cost que cobram para levar bagagem despachada, muitas vezes optamos por viajar apenas com duas malas pequenas para não precisar pagar nada. Mas algumas vezes não teve jeito e tivemos que despachar.

O despacho de mala mais caro de todos nas low cost foi na Ryanair: 30 euros. Isso porque não compramos na hora da compra da passagem e sim depois. O mais barato da Wizzair: 10,38 euros por até 32 kg de bagagem. Das low cost, a Wizzair é muito boa. Preços lá em baixo e extras também nada extorsivos. Outra muito boa foi a Pegasus.


Nenhuma das empresas que voamos, em nenhum dos 35 voos low cost, mediu nossa bagagem com aquelas gabaritos de medida. Já pesar elas pesam. Exceções foram as Wizzair e Airbaltic. Nos três voos que fizemos por essas duas, nem pesar pesaram nossas malas - mas quem tentou entrar com mais de um volume ou malas claramente maiores que o permitido foi barrado. É comovente ver pessoas tentando enfiar malas nitidamente maiores no gabarito. Por isso, sempre verifique as medidas das suas malas antes de sair de casa. E sim, inclua rodinhas e alças. São nas bagagens que as low cost devem estar ganhando dinheiro hoje em dia.

Interessante é como as regras mudam de uma empresa para outra. As dimensões e pesos variam muito. O mesmo com as compras de duty free: algumas deixam você levar; outras, como a Ryanair, não querem nem saber. É um volume por pessoa, incluindo as compras feitas no aeroporto.

Abaixo um resumão dos limites (classe econômica) - mas não deixe de verificar no site da companhia se não mudou. Durante o ano, o da Easyjet mudou entre um voo e outro que fizemos com ela.

Tem companhia que permite que o passageiro embarque com a bagagem mais um guarda-chuva ou notebook ou bolsa. Por isso sempre é bom verificar no site. Na dúvida, vá com uma bagagem só. Os preços cobrados para despacho por causa do excesso de quantidade ou peso no portão de embarque serão mais caro que sua passagem (em alguns casos, várias vezes).

TAP: 1 peça por pessoa até 8 kg. Dimensões de 55x40x20 cm.
Etihad: 1 peça por pessoa até 7 kg. Dimensões de 50x40x21 cm.
Qatar: 1 peça por pessoa até 7 kg. Dimensões de 50x37x25 cm.
JetStar 1 peça por pessoa de até 10 kg. Dimensões de 56x36x23 cm. Se a mala não for rígida  (leia-se mochila), pode de até 114x60x11 cm.
Airasia: 1 peça por pessoa de até 7 kg.
Vietnam Airlines: 1 peça por pessoa de até 7 kg. Dimensões de 56x36x23 cm.  
Lufthansa: 1 peça até 8 kg. Dimensões de 55x40x23 cm.  
Ryanair: 1 peça até 10kg dimensões 55x40x20 cm
Transavia: 1 peça até 10 kg dimensões de 55x35x25 cm.
Easyjet: 1 peça até 50x40x20 cm. Até pode 56x45x25 se o voo não estiver cheio. Mas como você vai saber? Não tenho ideia. O legal é não ter limite de peso. 
Flybe: 1 peça até 10 kg dimensões de 55x40x23 cm. 
Norwegian: 1 peça até 10 kg dimensões de 55x40x23 cm. 
Wizzair: 1 peça de até 10 kg. Micro dimensões de 42x32x25 cm. Para levar de até 56x46x25 cm paga. A gente é cliente premium deles, o que barateia tudo, de bagagem a bordo a bagagem despachada. 
Airbaltic: 1 peça até 8 kg e dimensões de até 55x40x20 cm.
Pegasus: 1 peça de até 8 kg e dimensões de até  55x40x20 cm.
Aegean: 1 peça de até 8 kg e dimensões de até  55x40x20 cm.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...