Menu

domingo, 26 de janeiro de 2014

Domingo de déjà vu: Lisboa 2014

Neste primeiro domingo de volta à Lisboa, saímos de casa com o objetivo de andar até a Baixa Pombalina e depois voltar para casa, morro acima, pegando o electro número 28.

Assim que chegamos perto do castelo de São Jorge e passamos a descer o morro começamos a nos lembrar de visitas passadas à cidade, principalmente em janeiro do ano passado. Foi legal rever os miradores, os bancos de praça em que sentamos para ler, a árvore com raiz gigante que nos encantou, as lojinhas que já tínhamos visitado, a igreja da Sé, as lojas de vinho, a Rua Augusta, a Praça do Comércio, o museu do Design e da Moda de Lisboa, o apartamento em que ficamos em janeiro de 2013, o elevador de Santa Justa, o Armazém do Chiado, a padaria onde eu comprava pasteis de Belém.

Acho que temos uma foto de 2013 idêntica a esta.
Foi um ótimo passeio de domingo. Pena que o dia estava nublado e sem sol. Lisboa é uma cidade que precisa de sol para realçar os prédios coloridos, as fachadas de azulejos.

Também vimos uma manifestação superestranha. A gente não entendia nada que do o povo gritava, nem as bandeiras que eram agitadas, azuis e amarelas. Só quando chegamos perto, escutamos as pessoas conversando entre si - em algo que parecia russo! -  e vimos que todo mundo era loirinho, a ficha caiu. Era uma manifestação dos ucranianos que moram aqui, em apoio às manifestações que estão acontecendo por lá.

Como planejado, voltamos para casa de eléctrico número 28.  A Lud aposta as fichas dela que Walt Disney tirou as idéias dele de "rides" em seus parques andando neste bonde. É uma delícia. Recomendamos e muito.

A árvore gigante continua no mesmo lugar. Diz a placa que ela é típica da
 Argentina, Peru e Brasil, mas nunca vimos uma dessas por lá, não. 
Olha o tradicional bonde 28 de Lisboa!
Rua Augusta.
Praça do Comércio.
Nosso antigo apartamento. 
Acho lindo este prédio.
O elevador de Santa Justa. 

6 comentários:

  1. Ai que saudades! De Lisboa e muito, muito mais de vocês!
    Boa estada nesta terrinha.
    Beijos, Marilia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós também já estamos com saudades...
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Lud e Leo.
    A árvore "gigante" me parece um Umbu. É muito comum aqui no Rio Grande do Sul.
    Beijo e boas viagens!

    ResponderExcluir
  3. Não sei como vai ser minha vida. Uma semana aqui e já estou com saudades de lá. Quando tô lá sempre bate saudades daqui. Ou seja, uma vida com um oco no peito ;-)

    (adoro as fotos de vocês, ficam sempre lindas)

    ResponderExcluir
  4. Ah, Lu, nem me fala! Acho que em quem mora fora de sua terra natal (por opção) fica sempre faltando um pedacinho...
    Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...