Menu

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Burgos

Outra cidade espanhola que nos encantou foi Burgos. Não tanto quando León, mas bem perto de igualar. E, se bobear, a diferença foi só por causa do tempo. Se em León pegamos sol, em Burgos o céu não colaborou. Inclusive, em um dos dias que passamos por lá, caiu o maior pé d'água que pegamos no ano. E sim, a gente estava na rua na hora.

Burgos é a antiga cidade capital do Reino de Castilla. O mesmo que depois se juntou a León e virou o Reino de Castilla y León. A última rainha daqui? A famosíssima Isabel, a Católica. Quando ela se casou com o rei Ferdinando de Aragón, tivemos o início da formação do estado da Espanha, que na época se tornou a maior potência que o mundo tinha visto.

Tempo razoável, com um pedacinho de céu azul e sem chuvas?


A cidade é bem conservada. Um dos motivos é que foi escolhida como sede do governo de Franco durante a guera civil.

Os destaques da cidade são vários. Os jardins e caminhos à beira do rio, a Puente de Santa Maria e a porta de mesmo nome, a Puente de San Pablo com suas estátuas e a praça de Cid Campeador (o mítico herói espanhol, com direito a uma bela estátua), a simpática praça Mayor e o prédio do Ayuntamiento, os restos do castelo de Burgos e sua muralha (com belas vistas dos miradores do alto do morro, que nem é muito alto e difícil de alcançar), as inúmeras igrejas da cidade, o Hospital del Rey (hoje faculdade de direito), o museu de La Evolución Humana, as ruas medievais do centro histórico, a Cartuja de Miraflores (que não tivemos tempo de visitar mas que dizem ter tumbas das mais belas da Europa) e duas atrações tão top que terão posts exclusivos: o Monastério de Santa Maria la Real de las Huelgas e a Catedral de Burgos.

Foram dois dias e meios excelentes. Só o tempo mesmo que não cooperou. Além disso, demos um certo azar com algumas atrações. É possível visitar a Porta de Santa Maria por dentro, mas exatamente nos dias que estávamos aqui ela estava fechada para montagem de uma exposição (que começaria exatamente no dia em que fomos embora). Outra foi a Igreja de San Nicolás. Dizem que o altar, todo de pedra, é maravilhoso. Em um dos dias estava fechada por causa de uma visita eclesiástica importante (não, acho que não era o Papa, mas devia ser pelo menos um bispo). O dia seguinte era o dia em que ela fecha mesmo, quarta-feira.

Acho que é uma cidade que, com boa vontade e um pouco de planejamento, dá para visitar como bate e volta de Madri, chegando bem cedo e voltando tarde. Embora o ideal mesmo seja ficar pelo menos uma noite e dois dias.

Falando em vir de Madri para Burgos, a estação de trem é agora fora da cidade. A antiga, no centro, foi desativada. A estação de ônibus, no entanto, fica super perto da porta de Santa Maria. Ou seja, talvez seja uma opção melhor para quem quiser vir visitar estas bandas.

Mas o fato da estação de trem ficar fora da cidade não atrapalha em nada: na frente dela passa o ônibus 80, que leva para o centro, de 30 em 30 minutos. Desça no ponto Puente de Santa Maria, que não tem erro.

Para voltar do centro para a estação, no entanto, só dá pra pegar o 80 se for de tarde (horários aqui). Nós, que viajamos de manhã, usamos o 25, que sai da Plaza España (o 43 também resolve).

Só na primeira tarde. 
Aproveitamos para rodar o máximo que deu.
Nosso prédio é esse em obras. 



















A caveira gigante que fica na frente do Museo de la Evolución Humana. 











5 comentários:

  1. Vcs já foram a Córdoba? Preciso de dicas. Beijos.

    P.S. Obrigada pelas vossas dicas. www.viajarso.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marta, passamos duas noites lá em 2007. Agora em dezembro passaremos lá de novo, mas nem vamos pernoitar. Só passar para rever a Mezquita/Catedral. O que precisa saber? Quem sabe podemos ajudar.
      Beijos

      Excluir
  2. Olá,

    Gostaria de saber se existe estacionamento junto à mesquita (quanto se paga e por que período). Tenho estado meio indecisa em escolher um hotel junto à catedral ou longe da cidade...beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marta, em normalmente pesquiso neste sitio aqui:
      http://www.parkopedia.es/parking/c%C3%B3rdoba_espanha/?ac=1&country=ES&lat=37.8881751&lng=-4.7793834999999945

      Veja se ajuda. Me parece que bem perto da catedral não tem estacionamentos.

      Excluir
  3. Deu saudade das igrejas da Espanha, tão apertadas que nem tem muito jeito de tirar fotos... A antepenúltima foto ficou fantástica!
    Beijo,
    Dani

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...