Menu

domingo, 1 de março de 2015

A parte norte de Montmartre

Outro passeio diferente que fizemos em Paris foi pela parte norte de Montmartre. A região é para lá de famosa, mas a gente só se aventurava pela parte conhecida, ou seja, a região da Sacre Coeur.

Só que o outro lado do morro é tão legal quanto. E tem um aspecto bem diferente do resto da cidade: ruas estreitas, casas pequenas e ruelas sem saída.

Lógico que do outro lado do morro, quando ele termina, o bairro volta a ser bem estilo de Paris. Na verdade a gente começou o passeio pelo lado norte. Pegamos o metrô linha 4 até sem ponto final, a Port de Clignancourt, e fomos andando morro acima até a basílica, aproveitando para rodar o morro e conhecer o bairro com calma.

A prefeitura do 18°.

A Notre Dame de Clingnacourt.

Como todo bairro de Paris, é cheio das chocolaterias. 

Aqui não tem jeito. Tem que encarar muitas escadarias para subir o morro. 

Até chegar ao alto, onde fica a basílica. 

Atrás dela tem um pequeno e simpático parque.


Olhem a diferença no número de pessoas nas ruas. Lotado na parte mais conhecida... 

... e vazio na parte de trás. 

E parece Paris?

Uma delícia o bairro.

Tem ângulos para lá de legais. 

E bem diferentes. 

Uma pequena rua sem saída. 


E a famosa vista da frente da basílica. 

Que é linda de noite...

Ou de dia. 

6 comentários:

  1. Olá, já tentei fazer esse post, mas acho que não foi. Vamos ver se agora vai.
    Li um post de 2013 sobre os custos de 30 dias em Paris e gostaria de saber se vocês acham que hoje ainda é possível gastar mais ou menos o mesmo valor. Vou passar um mês em paris entre setembro e outubro, e gostaria de ter uma ideia de quanto irei gastar. O que vocês acham???
    Obrigada.
    Camila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, custos dependem muito do seu estilo, do que quer fazer. No nosso caso, gastamos em média 45 euros por dia por pessoa em 2013. Agora que ficamos 2 meses inteiros, os gastos foram ainda menor, 30 euros por pessoa por dia. Foram tão menores porque conseguimos um custo ainda menor no apartamento e gastamos bem menos com atrações turísticas, uma vez que muita coisa já conhecíamos. Agora, um diferencial é a alimentação. Praticamente só comemos em casa. Dá uma diferença enorme nos custos.

      Excluir
    2. Oi Leo! Eu também tô na procura de um ap mais barato p/ diminuir os custos. Se puderes, me indica o que vcs ficaram para eu dar uma olhada. Fico meio insegura quanto aos apartamentos que encontro na internet. É sempre melhor com alguma indicação.
      Parabéns pelo blog. As fotos estão mto lindas. E obrigada pelas dicas.
      Camila

      Excluir
    3. Camila, não sei seu caso. Mas para a gente o que ajudou foi sermos dois. Geralmente sai mais em conta o aluguel para mais pessoas.
      O desta vez foi este: https://www.airbnb.pt/rooms/1194351
      O preço ficou excelente porque o casal queria viajar dois meses e procuravam alguém para alugar o apartamento deles pelo mesmo tempo. Por isso conseguimos o super preço.

      Na primeira vez que ficamos um mês usamos este: https://www.airbnb.pt/rooms/15457

      Quando ficamos em Paris com minha mãe e tia, optamos por este daqui: https://www.airbnb.pt/rooms/1200565

      E quando passamos uma semana no outono de 2013, a opção foi por este: https://www.airbnb.pt/rooms/1378233

      Excluir
  2. Eu quero MORAR nessas casinhas ou naquele predinho com varandinhas de ferro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, hoje está cada vez mais fácil. Veja nosso caso que passamos praticamente 4 meses do sabático em Paris. Morar nem que seja um mês vale demais a pena.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...