Menu

quarta-feira, 11 de março de 2015

Subindo a Torre Eiffel pelas escadas

Eu já tinha subido na torre pelo método tradicional - elevador - em 2007. A vista é muito boa. Mas, para ser sincero, é tão alto que as vezes até fica sem graça. Fora que a poluição e o tempo podem deixar a vista bem mais ou menos.

Durante os dois meses em Paris, fiquei com vontade de ir de novo. A vista é um atrativo, um incentivo à parte. Mas o que eu queria mesmo era vencer o desafio de subir pelas escadas.

O site oficial diz que são 704 degraus da base até o segundo andar da torre. Para ir ao topo, o terceiro andar, pelas escadas, tem de comprar o complemento do ingresso no segundo andar da torre. E aí só elevador até o topo.

Nos dois meses que passamos aqui, escadas não faltaram. Teve as do Arco do Triunfo, as da Catedral de Notre Dame de Paris (3 vezes!) e muito mais. Mas nenhuma delas chega perto de ter mais de 700 degraus. Por isso achei que seria um desafio bem difícil.

Não é que não foi nada? Foi bem mais tranquilo que subir de escada no Arco ou na Catedral. É que, apesar dos muitos degraus, as escadarias da torre são abertas, possibilitando que você se distraia o tempo todo. Lógico que cansa, que é puxado. Mas dá para parar a cada dois lances, ler informações sobre a torre e sua construção, apreciar ângulos diferentes... Ou seja, o tempo passa e você, quando vê, já chegou ao primeiro andar.

Como tem coisa legal no primeiro andar além da vista! Muitos cartazes e filmes sobre a torre e a importância dela. Uma lista enorme de cópias suas pelo mundo. Vídeos mostrando várias celebridades que já visitaram e eventos que já ocorreram. E um ringue de patinação no gelo!

Vi um pedaço de uma corrida de bicicleta pelas escadarias. Sim, a pessoa subiu de bicicleta as escadas! Super incentivo para continuar a viagem para o segundo andar. E, de novo, a vista ajuda a passar o tempo. E um rapaz subindo com sua mala - sim, uma mala! - incentiva ainda mais.

Chegando ao segundo andar, a satisfação de conseguir chegar somada à vista dá uma sensação muito boa. E nem dá para suar muito. Pelo menos no inverno! É até o contrário, pois fazia muito frio. Quando fui, estava fazendo apenas 2 graus nos termômetros. Mas, à medida em que se sobe, o vento faz a sensação térmica despencar. Por isso, vá bem agasalhado, com luvas, gorro e cachecol.

O segundo andar tem, a meu ver, a melhor vista. É que não é tão alto quanto o terceiro. Ainda dá para ver bem os prédios e locais famosos da cidade. Não que o terceiro não mereça ser visitado - é que acho que uma vez só tá bom!

Gostei tanto que confesso que fiquei com vontade de ir de novo. Até porque a economia é legal: custa só 5 euros! E antes que achem maluquice, saibam tinha fila! Sim, fila para subir pelas escadas. Um número considerável de gente acha que é uma boa ideia.

O desafio.



Informações de preços em 2015.

E não é que tem fila? Pequena mas tem. 





















Depois faremos um post com as fotos de Paris vista do alto. É que temos boas fotos não só daqui como do Arco do Triunfo, da Notre Dame, da torre Montparnasse e algumas mais.

6 comentários:

  1. Olá,
    Gostei muito do seu post mas gostaria de confirmar uma informação... Quero ter certeza que não vou me meter numa furada...
    A princípio minha intenção era comprar o ingresso direto do Brasil para o topo (3o andar), porém me interessei por subir de escadas... Se entendi bem pelo seu post, só é possível comprar os ingressos para subir de escadas diretamente na base da torre, é isso mesmo? Quanto você levou na fila para comprar o bilhete da escada? E mais, quando eu chegar no 2o andar pelas escadas, consigo de lá comprar os ingressos para o 3o andar?
    Agradeço muito pela atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho certeza de 100% mas acho que sim, só lá que dá para comprar o ingresso de escadas.
      E sim, se subir de escada, pode comprar lá em cima no segundo andar o complemento do ingresso para subir para o terceiro.
      Quando fui, não fiquei mais de 10 minutos na fila para comprar o ingresso das escadarias.
      Agora, é puxado. Mas bem legal. Uma opção, se desejar, é subir de elevador e depois descer de escadas. Pode fazer isso sem problema nenhum.
      Já ingresso para o elevador, da base até o topo, se resolver ir por ele, compre com antecedência mesmo aqui do Brasil. Evitar as filas que são longas é uma boa para quem tem menos tempo. Lado ruim é comprar e dar o azar de chegar lá e o dia ser um dia feio, com céu fechado ou chovendo.

      Excluir
  2. Minha dúvida: e para descer? Vocês desceram de escadas tb?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, eu acabei descendo de elevador. Mas tanto quem sobe de escada ou elevador pode descer pelas escadas sem problema nenhum.

      Excluir
  3. Eu subi de elevador e a fila era enorme ,felizmente o meu ingresso já estava comprado e há hora marcada foi só entrar no elevador.Para descer eu e os meus amigos decidimos ir até ao primeiro andar de elevador e depois descer do primeiro andar para a base pelas escadas e sinceramente não poderíamos ter feito uma melhor escolha a vista é incrível e a sensação de estar dentro da torre Eiffel é um espetáculo... Recomendo a todos as escadas é uma sensação completamente diferente... Adorei o post parabéns pelo excelente trabalho ... ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei a experiência das escadas muito boa. Mesmo subindo. E como eu disse no post, achei mais fácil do que imaginava. Depois de subir tantas escadas em Paris (Notre Dame, Arco do Triunfo) achei que a torre seria de matar. Mas como as escadas são abertas, com vista legal, passando por dentro da torre, cheia de informação, a gente distrai e o tempo passa rápido. Lógico que cansa, mas muito menos que o pensado.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...