Menu

domingo, 3 de maio de 2015

As 10 cidades que mais visitamos - Parte I

Como já contamos, passamos por 212 cidades durante nosso sabático. (Até agora. Vai que a gente anima a cair na estrada de novo?)

Decidimos fazer a lista das 10 cidades em que mais passamos tempo. Não preciso nem dizer que cada uma delas será para sempre lembrada com muito carinho. Algumas nos conquistaram mesmo: são lugares em que moraríamos sem pensar duas vezes!

A 10° cidade onde mais ficamos já é uma "de morar": Budapeste. No total do sabático, passamos 10 dias por lá. A capital da Hungria é, para nós, uma das cidades mais lindas da Europa - e do mundo.

Ah, Budapeste! 


Nosso primeiro contato com ela foi no início do inverno de 2008, em um bate e volta usando Viena como base. Foi paixão à primeira vista, mesmo na época fria e com o céu nublado.

No primeiro ano de sabático, voltamos lá por 3 dias, em meados do outono. E a cidade nos pareceu ainda mais linda e apaixonante. Superou nossas lembranças e expectativas.

Cidade maravilhosa. 

Para terminar, em verão de 2014 passamos mais 7 dias na cidade. Nem achávamos que seria possível, mas fomos embora gostando ainda mais!

Dá para tatuar igual atriz global: amor eterno amor verdadeiro.

Por enquanto, o verão é nossa estação preferida em Budapeste. Mas confesso que precisamos voltar mais vezes, na primavera e no ápice do inverno, para ter certeza mesmo sobre qual a melhor época para visitar. Talvez todas?

Dias lindo de verão. 
Difícil em Budapeste, só a língua. Húngaro não é mole, não. Acho que mal aprendemos "bom dia"! Mas nos viramos muito bem em inglês.

Empatadas na oitava posição, temos Nancy, no interior da França, e Copenhague, a capital da Dinamarca. Em ambas passamos 14 dias em 2014, em épocas ótimas!

Copenhague, a capital mundial da bicicleta,  foi nossa casa durante os 14 dias mais quentes do verão europeu. Como no ano anterior passamos muito calor, resolvemos em 2014 tentar algo menos quente.

A parte mais fofinha da cidade, Nyhavn.

A maioria dos países europeus estão muito bem preparados para as temporadas frias. Já na época de calor... é fogo. Difícil não sentir calor nas casas, difícil não derreter no transporte público. Difícil não torrar no sol! Fica até complicar passear. Dá um cansaço, uma lombeira... Pelo menos para nós que não somos muito fãs de calorão.

Largas ruas de pedestre. 

Nosso único medo da cidade era o custo. Mas como conseguimos um apartamento bem em conta, deu para passar duas semanas muito boas, com muito conforto e gastando menos do que a gente imaginava.

Única atração que amarelamos pagar. 
Ficando muito tempo, deu para irmos a praticamente todas as atrações da cidade de graça. São muitas, muito mais que eu imaginava, e quase todas possuem um dia da semana em que a visita é gratuita.

Foi a cidade onde aprendemos a gostar ainda mais de estátuas. Foram vários os dinamarqueses adeptos dessa bela arte.

Melhor museu de estátuas que já fomos. 

Nancy foi nossa base inesperada. Ficamos lá no mês de setembro de 2014, época em que estava planejado o encontro com os pais e irmãs da Lud na Espanha. Por motivos de força maior, ninguém pôde ir. Assim, Nancy entrou no nosso mapa de viagem simplesmente por ser na França, nosso país preferido, e por termos achado um ótimo e baratíssimo apartamento.

A praça principal da cidade e a estátua do rei polonês. 
E que surpresa foi Nancy! Tá certo que a época que fomos foi perfeita. Dezenas de eventos rolando na cidade. De show fantástico de luzes na Place Stan ao desfile comemorativo da liberação da cidade durante a II Guerra Mundial.

Um dos lindos portões da praça. 
Mesmo sem eventos, a cidade tem atrações para todas épocas do ano. Uma das praças mais belas da França, ótimos museus, belas igrejas e uma das maiores concentrações de Art-Noveau da Europa.

O maravilhoso teto da agência bancária de Nancy. 
Na sexta posição, com um total de 27 dias, temos Amsterdam. Foram 27 dias perfeitos.

Também amamos Amsterdam. 
Era o início de primavera de 2014, época perfeita para ver tulipas. E vimos muitas, até não poder mais!

Em 2006 estivemos na Holanda e demos azar em relação às tulipas (inverno atípico, quase todos os botões fechados). Dessa vez não. Tivemos um mês para pegá-las no auge. Ao famoso parque Keukenhoff, fomos duas vezes! Fora que tem tulipa para tudo que é lado na cidade.

Tulipas e mais tulipas. 


Falando em cidade, aproveitamos nossa temporada em Amsterdam para conhecer outras 12 cidades holandesas. A maioria, em ótima companhia.

Pequenas e fofas cidades holandesas estiveram no roteiro. 
Foi o período de tempo do sabático em que mais tivemos visitas. Primeiro meus primos passaram uma semana com a gente por lá. Depois que eles se foram, a irmã da Lud e o marido chegaram.

Amsterdam e seus canais. 
Lud passou o segundo aniversário dela durante o sabático em família.  Não é para menos que Amsterdam tem um lugar para lá de especial em nosso coração e em nossas lembranças! Ah, em em nossos estômagos. Não sei o que vimos mais: tulipas ou os famosos stroopwafels holandeses.

5 posição: Nice, na Côte D'Azur. Em mais uma época acertada: pleno inverno europeu de 2014.

Nice na Côte D'Azur.
No primeiro ano de sabático, passamos boa parte do inverno no sudeste asiático. Mas pegamos ainda um bom mês e meio de inverno na Europa, no Reino Unido e na Irlanda.

É frio. Muito frio. Nos divertimos muito, mas confesso que, mesmo gostando de frio, para 2014 pensamos em algo não tão congelante como os -17 graus que pegamos em Glasgow...

O sul da França é a pedida para quem quer passar um inverno para lá de ameno na Europa. A temperatura variou entre 10 e 25 graus positivos! Em pleno inverno! E dias para lá de lindos. Dos 28 que passamos lá, deve ter feito sol em praticamente 3 semanas. E mesmo quando o tempo ficou ruim, a chuva que caiu era pouca e passageira.

Dias lindos e em uma região linda. 

Nice é uma cidade muito legal. Não é para menos que a alta aristocracia inglesa e russa debandava para lá no início do século XX. Além de ser muito bonita e agradável, ela serve de base para conhecer uma região belíssima da França. Contando com Nice, visitamos 10 cidades. E até um outro país: Mônaco.

Famoso hotel Negresco. 
Também foi usando Nice como base que finalmente conseguimos encontrar a Carol e o Hugo, amigos virtuais de blog que tivemos o prazer de conhecer ao vivo. Pessoal, estamos morrendo de saudades. Foi um dia para lá de especial o que passamos juntos.

Fomos am Mônaco umas 3 vezes. 

 No próximo post, traremos a lista com as 5 cidades onde passamos mais tempo durante o sabático. Acho que não vai ser surpresa para ninguém. Querem chutar?

4 comentários:

  1. Também adoramos Amsterdam com vcs (e stroopwaffles!!) ;)
    E o lugar que vcs mais ficaram foi Paris, óbvio - e com Lisboa em segundo lugar, e Madrid em terceiro. Acertei?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só acertou a campeão. Que é a mais fácil pergunta de todos os tempos né?
      Beijos para todos por aí,

      Excluir
  2. Paris em primeiríssimo?!
    Maíra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Maíra, Paris em primeiro e disparado. Mas essa pegunta foi fácil demais né?

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...