Menu

sábado, 2 de julho de 2016

Sabático: um bom negócio (inclusive financeiro)

Como vocês sabem, o Leo faz um controle financeiro completo do nosso orçamento. Desde 2005! Ontem ele resolveu fazer uns gráficos e extrair uns dados sobre nossa vida de viagens (com atualização monetária).

O primeiro número legal, que não vai surpreender ninguém, é que nosso principal gasto é com...

viagens: 36% do total de despesas.


O segundo maior item, habitação, vem lá atrás, com 14%.

O Leo também listou duração e despesas: 

De 2005 a 2011, viajamos 145 dias, isto é, uma média de 20,7 dias por ano.

Achei que a gente viajasse mais. Afinal, temos 30 dias de férias por ano! Mas, como a gente mora longe da família, acabamos passando uns dias com eles também. Ah, 2012 não entrou na conta porque foi o último ano pré-sabático. Ano de apertar o cinto! 

De 2013 a fim de fevereiro de 2015 (isto é, o sabático), viajamos 792 dias.

Isso quer dizer que, se continuássemos no mesmo ritmo de 20,7 dias por ano, precisaríamos de um pouco mais 38 anos para viajarmos o mesmo tanto! Mas, mesmo se conseguíssemos viajar todo ano, provavelmente conheceríamos menos lugares. Achamos que não iríamos à Bulgária ou à Albânia. Talvez demorássemos muito para visitar a China e o Japão (ninguém merece as 36 horas de viagem que demora saindo do Brasil). E eu nunca ia conseguir fazer um curso de francês de um mês, porque o Leo iria sempre me convencer que férias são pra passear, não para estudar!

Em questão de valores, o sabático custou 62% de todas as despesas de viagem que fizemos desde 2005. As demais viagens, 38%. Se pensarmos que o sabático foi 38 vezes mais longo, dá pra sentir o drama, né?



No fim das contas, para quem gosta de viajar, um período prolongado é muito interessante, porque se emendam vários passeios em um só. Em vez de ficar indo e voltando do Brasil, você já está na estrada! Ou seja, economiza tempo e dinheiro.

Sabemos que um sabático não é pra todo mundo: tem gente que não quer. Tem gente que quer, mas não pode. Mas, para os que querem e podem, olhaí mais uma vantagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...