Menu

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Os 5 melhores gelatos da vida

Difícil fazer esta lista. Até porque na Itália o que não falta é gelato gostoso. Só que não tem gelato só na Itália, né? Essa é uma invenção culinária que, como a pizza, migrou para vários outros países, para alegria geral da(s) nação(ões). Então o Top Hit Parade de gelatos (ou, se você quiser ser esnobe horrível, gelati, que é o plural em italiano) é internacional.

Em 5° lugar, uma sorveteria da Eslovênia, na pequena e fofa cidade de Maribor. Com três lojas pela cidade - uma delas praticamente na porta de casa -, a sorveteria Lastovka foi um achado. Ficamos só três dias na cidade, o que não nos impediu de passar quatro vezes lá.

Lastovka, na Eslovênia. Sabor delicioso. E o preço? Muito barato.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

O único destino que a gente não recomenda

A gente costuma pesquisar antes de bater o martelo em um destino e, portanto, raramente entra em fria. Mas às vezes acontece. Confesso que o único destino do sabático que a gente não recomenda foi responsabilidade minha. Numa programação de viagem pela ex-Iugoslávia e arredores, o Leo quis passar em Berat ("a cidade das mil janelas") e eu me empolguei: "Já que vamos à Albânia, não podemos perder a oportunidade de conhecer a capital!".

As pessoas não falam bem de Tirana na internet, mas achamos que o povo estava exagerando. Não era possível que houvesse os buracos na calçada que diziam (inclusive no site da Embaixada do Brasil na Albânia) e que de fato fosse necessário, para sair à noite, usar uma lanterna (porque a iluminação pública seria praticamente inexistente, e a gente correria o risco de cair nos supracitados buracos).

Pois é, era exagero, sim. Pra gente, acostumado com os níveis variados de conservação de calçadas no Brasil, as vias tiranesas estavam perfeitamente dentro da normalidade. Algumas ruas tinham poucos postes de iluminação e as luzinhas eram fracas, mas dava pra enxergar direitinho, obrigada.

Tá vendo? Bem razoável.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

O que pode fazer uma viagem fracassar?

A gente já desconfiava, mas tivemos certeza durante o sabático: o que faz uma viagem legal é altamente particular. O fato de que uma pessoa ama certa cidade não garante que nem seu melhor amigo vá concordar.

Até participantes do Top Ten Hit Parade Great Success (como Londres, Paris, Veneza, Barcelona) têm seus inimigos e detratores.

"A comida inglesa é horrível!"

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

5 dicas para casais viajantes

De vez em quando nos perguntam como fizemos para passarmos mais de dois anos pelo mundo grudados sem  nos matarmos.


 A resposta curta é que a gente gosta da companhia um do outro. A resposta longa...

1) Divisão de tarefas clara: algumas atividades eram claramente do comando de um de nós dois. Ir de um lugar ao outro estava sob o domínio do Leo. Comunicação ficava sob o da Lud. O pulo do gato é que nem Lud nem Leo interferiam/palpitavam/reclamavam enquanto essas atividades estavam acontecendo. A vida na estrada é cheia de surpresas, e é chato (e difícil!) tomar decisões rápidas com uma pessoa do seu lado criando caso.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Retrospectiva 2015

Sem dúvida foi o ano mais estranho de nossas vidas. Foi também o ano que achamos que passou mais rápido. E sabem por quê? Porque não fizemos quase nada...

Sim, os dois primeiros meses do ano foram ótimos, cheios de atividades. Passaram voando. Só que o resto inteiro de 2015 pareceu ter passado mais rápido ainda!

O começo do ano foi fantástico. Virada do ano em Paris, com direito a praticamente dois meses na cidade-luz. Vivemos como locais, em um apartamento maravilhoso, super bem localizado (apesar do canal de tv americano Fox dizer que estávamos em uma das no-go zones!).

Lição do Gurulino, personagem dos grafites de Bsb: Mau humor? Inspire... expire... fique feliz!

domingo, 3 de janeiro de 2016

5 razões pelas quais um sabático alegra sua vida

1) você tem a satisfação de saber que já viajou o equivalente a uns cinquenta meses de férias.

2) você tem tanta história pra contar que nunca fica sem assunto.

3) fotos. Milhares de fotos.

4) a aurora boreal.

5) você mal pode esperar pelo próximo sabático.

sábado, 2 de janeiro de 2016

5 razões pelas quais um sabático estraga sua vida

1) você passa a achar que 30 dias de férias por ano é um número ridículo.

2) você aprende a viver com muito menos do que estava acostumado - e portanto não vê mais sentido em se sacrificar em um projeto ou por uma promoção.

3) você aprende a viver com muito mais do que estava acostumado - e portanto não acha mais graça na rotina de sempre.

4) você não entende por que no trabalho precisam de você tantos meses por ano, tantos anos seguidos.

5) você mal pode esperar pelo próximo sabático.

Mal-acostumados.